O Google tem o compromisso de promover a igualdade racial para as comunidades negras. Saiba como.

Instalação e configuração da API REST

O Firebase Realtime Database é um banco de dados hospedado na nuvem. Os dados são armazenados como JSON e sincronizados em tempo real para cada cliente conectado. Quando você cria apps para diversas plataformas com nossos SDKs para iOS, Android e JavaScript, todos os seus clientes compartilham uma instância do Realtime Database e recebem atualizações automaticamente com os dados mais recentes.

Podemos usar qualquer URL do Firebase Realtime Database como um ponto de extremidade REST. Tudo o que precisamos fazer é anexar .json ao final do URL e enviar uma solicitação do nosso cliente HTTPS favorito.

Criar uma conta

Primeiramente, inscreva-se para uma conta gratuita no Console do Firebase. Um novo app do Firebase será criado para você com um URL exclusivo com final firebaseio.com. Você usará esse URL para autenticar seus usuários, armazenar e sincronizar dados no banco de dados do app.

No Console do Firebase, é possível criar, gerenciar e excluir apps do Firebase. Ao clicar em um app do Firebase específico, é possível ver e modificar o banco de dados do app em tempo real. No painel do app, também é possível definir as regras do Firebase Realtime Database, gerenciar a autenticação, as implantações e ver as análises do app.

Criar um banco de dados

  1. Navegue até a seção Realtime Database do Console do Firebase. Aparecerá uma solicitação para selecionar um projeto atual do Firebase. Siga o fluxo de trabalho de criação do banco de dados.

  2. Selecione um modo inicial para suas regras de segurança do Firebase:

    Modo de teste

    Esse modo é ideal para começar a usar as bibliotecas de cliente em dispositivos móveis e na Web, mas ele permite que qualquer pessoa leia e substitua os dados. Após o teste, revise a seção Noções básicas das regras do Firebase Realtime Database.

    Selecione o modo de teste para começar a usar o SDK para Android, iOS ou da Web.

    Modo bloqueado

    Nega todas as leituras e gravações de clientes de dispositivos móveis e Web. Seus servidores de aplicativos autenticados ainda podem acessar seu banco de dados.

  3. Escolha uma região para o banco de dados. Dependendo da escolha da região, o namespace do banco de dados terá o formato <databaseName>.firebaseio.com ou <databaseName>.<region>.firebasedatabase.app. Para mais informações, consulte selecionar locais para seu projeto.

  4. Clique em Concluído.

Ao ativar o Realtime Database, também é ativada a API no Cloud API Manager.

Escolher uma biblioteca auxiliar

Você pode ler e gravar dados pela API REST diretamente da linha de comando. Neste guia, usaremos o cURL para todos os nossos exemplos. Também temos várias bibliotecas auxiliares de terceiros para interagir com a API REST de sua linguagem favorita É possível usar uma das bibliotecas auxiliares a seguir ou criar uma própria:

Idioma Bibliotecas
Clojure taika por Cloudfuji
Dart IO Client na biblioteca oficial firebase-dart
Go Firego de Steven Berlanga e Tim Gossett
Go Firebase de Cosmin Nicolaescu e Justin Tulloss
Java firebase4j por Brandon Gresham
Perl Firebase-Perl por Kiran Kumar e JT Smith
PHP firebase-php por kreait
firebase-php por Tamas Kalman
Python Pyrebase por James Childs-Maidment
python-firebase por Özgür Vatansever
python-firebase por Michael Huynh
Ruby firebase-ruby por Oscar Del Ben
BigBertha por Fernand Galiana
rest-firebase por Codementor

A seguir