Catch up on everthing we announced at this year's Firebase Summit. Learn more

Lista de verificação de lançamento do Firebase

Este documento contém uma lista de verificação do que você precisa considerar antes de desenvolver um app do Firebase.

Atualizar apps conectados

Android Adicione um hash SHA-1 de versão ao certificado de assinatura do seu app nas Configurações do projeto do Console do Firebase (para IDs do cliente OAuth). Isso é necessário se o app usa o Firebase Authentication (login do Google ou login por número de telefone) ou o Firebase Dynamic Links.

iOS Atualize os IDs da App Store, do pacote e da equipe (se necessário) nas Configurações do projeto no Console do Firebase.

Web Adicione o controle de acesso aos seus domínios para impedir o uso não autorizado.

Conheça os limites do seu plano e defina alertas de orçamento

Todos os recursos do Realtime Database, Cloud Storage e Hosting têm limites de uso máximos no plano de preços Spark. Após atingir esses limites, seu app não funcionará como desejado. Considere fazer upgrade para o plano de preços Blaze para remover essas restrições. Veja a página de preços para mais detalhes.

Todos Configure alertas de orçamento para seu projeto no Console do Google Cloud.

Todos Monitore seu Painel de uso e faturamento no Console do Firebase.

Ativar o App Check

Todos Para garantir que apenas seus apps possam acessar os serviços de back-end, ative o App Check em todos os serviços com suporte a ele.

Preparar serviços

Analytics

Todos Defina os parâmetros de público do Google Analytics para começar a coletar dados de usuários desde o lançamento.

Todos Faça upload de arquivos ProGuard de versões para uso no Crashlytics.

Todos Ative a vinculação do BigQuery se você planeja usá-lo com seus dados do Analytics.

Autenticação

Android Configure suas regras do ProGuard para trabalhar com o Authentication.

Android Adicione um hash SHA-1 de versão ao certificado de assinatura do seu app nas Configurações do projeto do Console do Firebase (para IDs do cliente OAuth). Isso é necessário se o app usa o login do Google ou o login com número de telefone.

iOS É preciso ter um sistema de gerenciamento de erros comuns no iOS.

Todos Desative os provedores que você não está usando (principalmente usuários anônimos no Console do Firebase).

Todos Se estiver usando o Login do Google, personalize sua tela de consentimento do OAuth.

Todos Personalize seu domínio e o remetente para o serviço de envio de e-mail do Authentication.

Cloud Firestore

Android Certifique-se de que sua versão usa o ProGuard para diminuir o código. Sem o ProGuard, o SDK do Cloud Firestore e as dependências dele podem adicionar até 1 MB ao tamanho do seu APK.

Todos Configure suas regras de segurança para evitar acesso acidental aos dados.

Cloud Messaging

iOS Verifique se você fez upload da chave de autenticação de APNS do Cloud Messaging para iOS no Console do Firebase. Se você estiver usando certificados APNS, verifique se o certificado de produção foi carregado.

Todos Ative a vinculação do BigQuery se você planeja usá-lo com seus dados do Cloud Messaging.

Cloud Storage

Todos Configure suas regras de segurança do Cloud Storage para evitar acesso acidental aos dados.

Crashlytics

Android Faça upload do mapeamento do ProGuard de versões para uso no Crashlytics.

iOS Faça upload do arquivo .dsym de versões para uso no Crashlytics.

Todos Ative a vinculação do BigQuery se você planeja usá-lo com seus dados do Crashlytics.

Android Adicione um hash SHA-1 de versão ao certificado de assinatura do seu app nas Configurações do projeto do Console do Firebase (para IDs do cliente OAuth).

Firebase ML

Android Consulte Preparar seu app Android do Firebase ML para produção.

iOS Consulte Preparar seu app iOS do Firebase ML para produção.

Previsões

Todos Ative a vinculação do BigQuery se você planeja usá-lo com seus dados do Previsões.

Realtime Database

Android Configure suas regras do ProGuard para trabalhar com o Realtime Database.

Todos Configure suas regras do Realtime Database para impedir o acesso não intencional a dados.

Todos Prepare-se para o escalonamento. O Realtime Database tem uma cota padrão suficiente para a maioria dos aplicativos, mas alguns apps podem precisar de capacidade extra.

Configuração remota

Todos Verifique se há alguma regra experimental do Configuração remota que afeta os usuários da versão e se os padrões apropriados foram distribuídos no app.

Liberar

Android Execute apps Android por meio do Test Lab, caso precise verificar bugs de última hora.

Todos Crie Dynamic Links para os principais recursos novos a serem usados em materiais promocionais e mídias sociais.