O Google tem o compromisso de promover a igualdade racial para as comunidades negras. Saiba como.
Logotipo da CrazyLabs
CrazyLabs usa a Configuração remota do Firebase para maximizar a receita em escala
Captura de tela do CrazyLabs

Introdução

A CrazyLabs é uma desenvolvedora de jogos hipercasuais e casuais com mais de quatro bilhões de downloads. A empresa tem títulos famosos, como Super Stylist - Makeover & Style Fashion Guru, Tie Dye, e Phone Case. O modelo de negócios é baseado em identificar jogos com alto potencial de lucro entre vários candidatos e ajudá-los a escalonar.


Desafios

A CrazyLabs pode ter, a qualquer momento, até 15 jogos em teste para maximizar a receita sem diminuir o engajamento do usuário. Os testes envolvem a execução de 30 configurações de anúncios e compras no app para identificar os primeiros sinais de alto potencial de gerar receita. Em seguida, esses sinais são usados para maximizar o valor da vida útil para diferentes públicos-alvo. Eles também testam o design de fases para entender o que mais engaja os usuários. Com 30 configurações para testar por título e diversos grupos geográficos, acaba sendo complexo e demorado ativar tantos testes e encontrar as configurações com melhor desempenho. A CrazyLabs testou soluções internas e outras ferramentas de terceiros, mas elas eram lentas, pouco confiáveis ou incompatíveis com apps para dispositivos móveis. A CrazyLabs precisava realizar os testes automaticamente em escala e em um período muito curto.

Captura de tela do CrazyLabs

Solução

CrazyLabs turned to Firebase Remote Config to help them automate their testing. Using the Remote Config API, CrazyLabs split users into different groups and assigned them permutations of configurations to test. Combining that with AdMob allowed CrazyLabs to measure and test various ad monetization options, like ad frequency, format, and placement for different audience groups for up to 15 apps concurrently. They also ran tests to optimize game level design, like where to add UI elements, or how hard a game should be. They could then export data into BigQuery and analyze the results to determine winning configurations. This allowed Crazy Labs to select the best option for optimization, out of many, within 7 days. "We could not handle the operation we have today without Firebase," said Eran Heres, CrazyLabs Chief Technology Officer.


Resultados

capacidade de executar até 30 testes por vez e determinar as melhores configurações em até uma semana

Logotipo da CrazyLabs

"Não conseguiríamos lidar com a operação que temos hoje sem o Firebase."

- Eran Heres, executivo-chefe de tecnologia, CrazyLabs