Primeiros passos com o Firebase Crashlytics

Neste guia de início rápido, mostramos como configurar o Firebase Crashlytics para que você possa ver relatórios de falhas abrangentes no Console do Firebase.

Antes de começar

Antes de configurar o Crashlytics, é necessário registrar o projeto do Unity e configurá-lo para usar o Firebase.

  • Se o projeto do Unity já usa o Firebase, ele já está registrado e configurado para o Firebase.

  • Se você não tiver um projeto do Unity, faça o download de um app de amostra.

    A adição do Firebase ao seu projeto do Unity envolve tarefas no Console do Firebase e no projeto do Unity aberto (por exemplo, você faz o download dos arquivos de configuração do Firebase no console e os move para o projeto do Unity).

Etapa 1: configurar o Crashlytics no Console do Firebase

  1. Clique em Crashlytics no painel de navegação à esquerda do Console do Firebase.

  2. Se o projeto do Firebase tiver vários aplicativos registrados nele, selecione o aplicativo que você acabou de adicionar no menu suspenso ao lado da opção Crashlytics na barra superior do Console.

  3. Clique em Configurar o Crashlytics.

  4. Selecione Este app é novo no Crashlytics. Não há nenhuma versão do SDK.

Etapa 2: adicionar o SDK do Crashlytics

  1. Faça o download do SDK para Unity do Firebase e descompacte o SDK em um local prático.

    O SDK para Unity do Firebase não é específico da plataforma.

  2. No seu projeto aberto do Unit, acesse Assets > Import Package > Custom Package.

  3. No SDK descompactado, selecione a opção para importar o SDK do Crashlytics (FirebaseCrashlytics.unitypackage).

    Também é possível importar qualquer outro produto do Firebase compatível.

  4. Na janela Import Unity Package, clique em Import.

Etapa 3: inicializar o Crashlytics

  1. Crie um novo script em C# e adicione-o a um GameObject na cena.

    1. Abra sua primeira cena e crie um GameObject em branco chamado CrashlyticsInitializer.

    2. Clique em Adicionar componente no Inspetor para o novo objeto.

    3. Selecione seu script CrashlyticsInit para adicioná-lo ao objeto CrashlyticsInitializer.

  2. Inicialize o Crashlytics no método Start do script:

      using System.Collections;
      using System.Collections.Generic;
      using UnityEngine;
    
      // Import Firebase
      using Firebase;
    
      public class CrashlyticsInit : MonoBehaviour {
          // Use this for initialization
          void Start () {
              // Initialize Firebase
              Firebase.FirebaseApp.CheckAndFixDependenciesAsync().ContinueWith(task => {
                  var dependencyStatus = task.Result;
                  if (dependencyStatus == Firebase.DependencyStatus.Available)
                  {
                      // Create and hold a reference to your FirebaseApp,
                      // where app is a Firebase.FirebaseApp property of your application class.
                      // Crashlytics will use the DefaultInstance, as well;
                      // this ensures that Crashlytics is initialized.
                      Firebase.FirebaseApp app = Firebase.FirebaseApp.DefaultInstance;
    
                      // Set a flag here for indicating that your project is ready to use Firebase.
                  }
                  else
                  {
                      UnityEngine.Debug.LogError(System.String.Format(
                        "Could not resolve all Firebase dependencies: {0}",dependencyStatus));
                      // Firebase Unity SDK is not safe to use here.
                  }
              });
          }
    
        // Update is called once per frame
        void Update()
          // ...
      }

    Com o SDK adicionado e inicializado, o Crashlytics automaticamente passa a detectar e coletar relatórios de erros.

Etapa 4: criar ou executar seu projeto

Depois de exportar o projeto para iOS ou Android, verifique se o projeto foi exportado corretamente.

Se parecer que faltam arquivos depois de comparar seu projeto com as configurações de exportação de amostra abaixo, abra o Editor do Unity e execute o Resolvedor do Google Play Services.

iOS

Android

Execute o resolvedor (opcional)

Os resolvedores do Google Play Services garantem que seu projeto do Unity tenha as dependências apropriadas a fim de exportar seu app para iOS ou Android.

Para mais informações sobre o resolvedor, acesse o README do Resolvedor Jar do Unity.

iOS

O Resolver do iOS é executado automaticamente e aproveita o Cocoapods para colocar dependências do iOS no diretório Pods exportado.

  • Para fazer o download do Cocoapods para sua máquina:

    • Navegue para Recursos > Resolvedor do Play Services > Resolvedor do iOS > Instalar Cocoapods
  • Para ativar ou desativar a geração de podfiles (opcional):

    • Navegue para Recursos > Resolvedor do Play Services > Resolvedor do iOS > Configurações

    Android

    O resolvedor do Android é executado automaticamente e aproveita gradle para colocar as dependências do Android em Assets/Plugins/Android.

  • Para executar manualmente o resolvedor:

    • Navegue para Recursos > Resolvedor do Play Services > Resolvedor do Android > Resolvedor
  • Para ativar ou desativar a resolução automática, que fica ativada por padrão:

    • Acesse Recursos > Resolvedor do Play Services > Resolvedor do Android > Configurações

Assistir a um tutorial em vídeo

Para orientações detalhadas sobre como começar a usar o Crashlytics, assista ao seguinte tutorial em vídeo:

Encontre mais vídeos no canal no YouTube do Firebase.

A seguir

  • Testar a implementação: teste a configuração do Crashlytics forçando uma falha para gerar um relatório de erros no Console do Firebase.

  • Personalizar relatórios de erros: o Crashlytics começa a coletar relatórios de erros automaticamente assim que você adiciona o SDK. No entanto, é possível personalizar a configuração ao incluir relatórios, registros, chaves e rastreamento de erros não fatais.