Visualizar registros e métricas

A geração de registros e as métricas são ferramentas importantes para depurar e monitorar códigos. O App Hosting oferece acesso rápido à visualização de registros e métricas dos serviços do Google Cloud que alimentam seu app da Web: Cloud Run, Cloud Build e Cloud CDN.

Com a sintaxe de geração de registros padrão, como a console.log do Node.js, é possível gravar entradas de registro no Cloud Logging.

Conferir os registros no console

No menu de contexto do Console do Firebase (um menu de três pontos no canto superior direito) para um lançamento, é possível ter acesso rápido aos detalhes e erros de revisão do Cloud Run, além dos registros do Cloud Build.

Esses registros contêm informações úteis para depurar as implantações de hospedagem de apps. Por exemplo, o registro do Cloud Run registra quando package.json não é encontrado.

O registro do Cloud Build exibe a saída do build, permitindo que você faça a triagem se erros ocorreram na configuração no framework ou na configuração do App Hosting. Ele também mostra as configurações básicas de runConfig e indica quando elas estão ausentes ou quando apphosting.yaml não existe:

> next build

   ▲ Next.js 14.1.4
   -   Environments: .env

   ...

Route (app)                              Size     First Load JS
┌ λ /                                    4.79 kB         214 kB
├ λ /_not-found                          882 B          85.3 kB
└ λ /restaurant/[id]                     5.28 kB         207 kB
+   First Load JS shared by all            84.4 kB
  ├ chunks/69-6678c81190a8fe82.js        29 kB
  ├ chunks/fd9d1056-51920e345d2966e8.js  53.4 kB
  └ other shared chunks (total)          1.98 kB

Gravar registros no Cloud Logging

Se você quiser registrar eventos personalizados, poderá gravar no Cloud Logging a partir do Cloud Run, onde o código renderizado pelo servidor é executado. Use chamadas de geração de registros JavaScript padrão, como console.log e console.error. Por exemplo, para gravar uma entrada personalizada a partir do código de um gerenciador de rotas Next.js, você faria algo parecido com isto:

  • Os comandos console.log() têm o nível de registro INFO.
  • Os comandos console.info() têm o nível de registro INFO.
  • Os comandos console.warn() têm o nível de registro ERROR.
  • Os comandos console.error() têm o nível de registro ERROR.
  • As mensagens internas do sistema têm o nível de registro DEBUG.

Observe que console.log canaliza o Cloud Logging no código renderizado pelo servidor do app. Os eventos relacionados à renderização estática são enviados para os registros do Cloud Build, enquanto a renderização do servidor é enviada para os registros do Cloud Run.

Conferir métricas no console

No Console do Firebase, é possível acessar as métricas de tráfego e utilização do serviço do Cloud Run que alimenta seu app da Web.

No menu de contexto do Console do Firebase (um menu de três pontos no canto superior direito) para o lançamento atual, selecione Visualizar métricas do Cloud Run. Você poderá monitorar o número de solicitações que chegam ao seu serviço do Cloud Run, incluindo o detalhamento por código de resposta, para entender a taxa de erros do seu app.

Você também encontrará métricas de latência de solicitação e utilização de contêineres (como utilização de CPU e utilização de memória), para entender o desempenho e a escalonabilidade do seu aplicativo.

Exibir erros do servidor

O Cloud Error Reporting consolida erros da instância do Cloud Run do App Hosting. É possível configurar o Cloud Error Reporting para notificar você quando surgirem novos erros.